Araçatuba,
Texto Menor
Texto Maior
Contraste
Portal da
Transparência
Acesso à
Informação
e-SIC
Sistema Eletrônico do Serviço de Informações ao Cidadão
Notícias
08/05/2019
Câmara repudia declaração do presidente Bolsonaro

Os vereadores de Araçatuba aprovaram na última segunda-feira (06/05), durante a 14ª Sessão Ordinária do ano, sete requerimentos, incluindo um de repúdio a uma manifestação do presidente do Brasil, Jair Bolsonaro (PSL).

No documento assinado pelas vereadoras Beatriz (Rede), Tieza (PSDB) e Marlene Mira (PRB), as autoras manifestaram indignação à postura do presidente, considerada ofensiva a mulheres e à comunidade gay.

Segundo as vereadoras, no último dia 25 de abril, durante um café da manhã com jornalistas, após ser questionado sobre os motivos que teriam levado o governo a proibir um comercial do Banco do Brasil que abordava a diversidade sexual e étnica dos brasileiros, Bolsonaro teria afirmado que o Brasil “não pode ser o país do turismo gay” e se alguém “quiser vir aqui fazer sexo com uma mulher, fique à vontade”.

Segundo elas, o presidente, com essas declarações, incentivou e reforçou a exploração sexual e a violência contra a mulher, além de estimular a prática de crimes sexuais e o preconceito.

As parlamentares solicitaram ainda o envio de cópias do requerimento aprovado a câmaras municipais da região de Araçatuba; ao gabinete da Presidência da República, Ministério da Mulher, da Família e dos Direitos Humanos; Conselho Federal da OAB; Governador do Estado de São Paulo; e ao presidente da Assembleia Legislativa de São Paulo.

INFORMAÇÃO OFICIAL

Os outros seis requerimentos aprovados na fase do Grande Expediente da 14ª sessão solicitam informações oficiais ao prefeito Dilador Borges (PSDB).

O vereador Arlindo Araújo (PSDB) é autor de três requerimentos. No primeiro deles, ele solicita o nome da empresa contratada para verificar a qualidade do asfalto das ruas do Bairro Porto Real II.

No requerimento seguinte, Arlindo pergunta se a Prefeitura está ciente do descumprimento da lei municipal que fixa prazo para atendimento de clientes que aguardam nas filas dos bancos e o número de agências fiscalizadas.

Por fim, Arlindo Araújo questiona a administração municipal quanto ao índice de desperdício de água registrado pela Samar em levantamento recente e se existem ligações clandestinas de abastecimento na cidade.

DOULAS

A vereadora Beatriz assina dois requerimentos de informações oficiais. Em um deles, a parlamentar pergunta se a Santa Casa de Araçatuba está permitindo a entrada de um acompanhante e doulas, durante o trabalho de parto e pós-parto, à livre escolha da mulher, conforme preveem leis municipais. No outro documento, Beatriz pede à Prefeitura que envie ao Poder Legislativo cópia do processo que autorizou o corte de árvores em frente a um empreendimento imobiliário localizado na Avenida Ernesto Moretti, próxima do acesso ao Aeroporto Estadual Dario Guarita.

Já o vereador Dr. Flávio Salatino (MDB) quer saber, por meio de outro requerimento aprovado em plenário, a quantidade de médicos cardiologistas, funcionários efetivos e terceirizados atendendo na rede municipal de saúde e o número de consultas cardiológicas realizadas na rede nos últimos seis meses.

Conforme previsto no Regimento Interno da Câmara, o prefeito tem até 15 dias para prestar os esclarecimentos sobre os requerimentos de informações oficiais.

 

 

 

 

 

 

Fonte: Assessoria de Comunicação: João de Paula// Foto: Angelo Cardoso
Compartilhe:
<< Página Anterior